20 October 2,185 notes VIA SOURCE
“Me acredita: sou viagem,
pirilampo de luar,
avião, sou astronauta
do amor fiz meu altar!
Coloquei rosas de chuva,
pratos d’água de saudades.”
— Desamastes  (via reatou-se)
“Não é porque o céu está nublado que as estrelas morreram.”
 Chico Buarque. (via abominou)
“A praia estava cheia de um vento bom, de uma liberdade. E eu estava só. E naqueles momentos não precisava de ninguém. Preciso aprender a não precisar de ninguém. É difícil, porque preciso repartir com alguém o que sinto. O mar estava calmo. Eu também. Mas à espreita, em suspeita. Como se essa calma não pudesse durar. Algo está sempre por acontecer. O imprevisto me fascina.”
Clarice Lispector.   (via toxinas)
“Aquele João, que vive alegremente, hoje estava triste. Me preocupei com ele. Logo pensei: se fosse um mágico, poderia mandar toda a mágoa embora. Se fosse encantador, poderia seduzi-la e leva-la para longe. Se fosse médico, poderia se auto-examinar, e assim, achar a causa do problema e um possível antídoto. Se fosse engenheiro, poderia construir a planta de um enorme e belíssimo prédio, e, em seu último andar, construir sua moradia… Ainda, se João fosse cantor, teria a oportunidade de cantar seus medos. Se fosse escritor, redigir uma rápida história. Se fosse… Mas João, era apenas o pobre João.”
Alifer Souza.   (via caos-poetico)
“Esquece. Não vou atrás de ninguém. Não mais. Ontem eu quis desesperadamente a sua companhia lá naquele banco da praça, quis ficar ali com você a noite toda se pudesse. E quando fui embora pensei em te ligar, dizer pra voltar amanhã, vir me fazer sorrir. Mas não. Hoje eu acordei e pensei que seria melhor não, eu não quero me apegar em ninguém, não quero precisar de ninguém. Quero seguir livre, entende? Mesmo que isso me faça falta, alguém pra me prender um pouquinho. Vou me esquivar de todo sentimento bom que eu venha a sentir, não levar nada a sério mesmo. Ficar perto, abraçar de vez em quando, sentir saudade, gostar um pouquinho. Mas amar não, amar nunca, amar não serve pra mim. Prefiro assim.”
Caio Fernando Abreu.  (via reatou-se)
“Olhando para trás, minha vida não foi nada além de falhas…”
Jiraiya Sama  (via reatou-se)